Monster – Resenha

monster_1

Nome: Monster

Autor/Mangaká: Naoki Urasawa

Nº de Edições: 18

Nº de Páginas: 196

Editora: Panini

Status de publicação: Em Andamento

Investimento na Diversão:  R$10,90

Novamente num post sobre mangás, mas desta vez do meu mangá predileto. Tudo bem que Nausicaa do Vale do Vento (que precisa de uma resenha aqui o quanto antes) é minha obra oriental do coração, mas imediatamente em segundo lugar, e ocupando um outro gênero narrativo, está Monster.

Idealizado, roteirizado e desenhado pelo genial Naoki Urasawa, Monster é uma história completa, amarrada e fechada em 18 volumes. O anime, tão bom quanto, possui 74 viciantes episódios, com dublagens coerentes e uma trilha sonora de arrepiar. Monster tem tanta qualidade, que em breve pode se tornar uma série da HBO produzida por ninguém menos que Guilhermo Del Toro.naoki

Na história conhecemos o Dr.Kenzo Tenma, um nipônico neurocirurgião, de extrema competência e talento, que mudou-se de seu país de origem para conseguir uma boa colocação em um grande hospital da Alemanha. Sua vida cursa numa curva ascendente, ainda mais porque ele está noivo da filha do diretor do hospital, quando duas crianças surgem no seu caminho. Dois gêmeos que deram entrada após de um deles ter sido baleado na cabeça, e sua irmã estar em choque. Tenma, ágil e centrado, corre para realizar a cirurgia de retirada do projétil no menino, algo crucial que definirá sua vida ou morte. No outro extremo, o prefeito da entrada no hospital, muito mal, precisando da intervenção cirúrgica de Kenzo, que se recusa a atendê-lo preferencialmente por já estar realizando uma cirurgia.

monster2A recuperação do gêmeo, que se chama Johan, corre com sucesso enquanto o figurão da cidade morre, trazendo sérias consequências a carreira de Kenzo. Não obstante, os gêmeos somem do hospital alguns dias após, e ninguém sabe para onde as crianças foram ou o que aconteceu na noite em que sofreram violência.

Muito anos se passam e o Dr.Tenma nunca mais consegue subir na carreira por consequência de suas atitudes altruístas do passado. Mas ele segue feliz e realizado no ofício de ajudar pessoas, quando Johan ressurge, adulto e como um temido serial killer.

IMonster-manganconformado por ter dado a vida a um assassino Tenma abandona sua profissão, seguindo numa rede de investigações e mistérios por toda a Alemanha.

Creio que só por Johan estar entre os vilões mais fantásticos dos mangás de todos os tempos, Monster já vale a apreciação. Entretanto, como disse, são todos os elementos, e personagens, que emplacam magnificamente a atenção do leitor (ou espectador). O véu obscuro por de trás da origem dos gêmeos é a pergunta mais importante, a que instiga continuarmos em cada capítulo. E as boas ações do Tenma, que se mantêm íntegro e fiel a sua causa (e personalidade) do início ao fim, mostram que Naoki não se perdeu nenhuma vez ao longo de sua narrativa.O que é sempre excelente em obras grandes!

421213_I2UQ8HU5XOIPXQE86YCRQ16DV8SV44_monster-wallpaper7_H210149_L

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s