Divergente, o Filme

full_big-poster

Em uma Chicago futurista, onde as pessoas estão divididas em cinco facções com base em suas personalidades, uma adolescente descobre que ela é divergente – uma pessoa que não se encaixa em qualquer uma das facções – e logo descobre segredos em sua sociedade aparentemente perfeita.

Num mundo onde as adaptações estão cada vez mais em alta depois da muito bem cotada e rica série Harry Potter (JK Rowling), o que vejo são vários outros autores até eu sonho com isso buscando encabeçar este caminho rentável muito diversificado criando séries idênticas interessantes para um público distinto.

A bola da vez é  DIVERGENTE.

Sou sincera a revelar que não li ainda o livro e provavelmente não verei o filme, mas não poderia deixar a estreia passar em branco e dei uma pesquisada para trazer algo aqui para vocês.

Divergente é uma história de aventura e ficção científica que se passa em uma versão distópica pós-apocalíptica de Chicago.

No geral, não é muito diferente de todas as outras histórias as quais somos acostumados a acompanhar: uma adolescente sem saber ao certo para o que veio ao mundo, um cara bonitão que aparece e tira a garota e todas as leitoras do sério, uma luta sem fim até o ápice final, mas não posso falar muita coisa porque ainda não li, e por isso, vou trazer apenas algumas curiosidades sobre o filme.

Em 1395327925000-Divergent-pic-Ansel-and-shaileneDivergente, os personagens de Shailene Woodley e Ansel Elgort são irmãos.

Adaptação ao cinema do romance infanto-juvenil Divergente, de Veronica Roth.

A direção é de Neil Burger (O Ilusionista, Sem Limites) na direção.

A Summit Entertainment, produtora da saga Crepúsculo, produz Divergente.

Divergente-18jul2013-05Kate Winslet (Contágio) interpreta Jeanine Matthews, a líder da facção Erudição. A personagem é descrita como calma, astuciosa e bastante perigosa.

Divergente é o primeiro livro de uma trilogia, que está sendo comparado com Jogos Vorazes por também envolver disputas entre jovens.

Shailene Woodley atua ao lado de dois pares românticos seus de outros projetos: Do The Spectacular Now, Miles Teller vive Peter o antagonista e principal rival da menina. E Ansel Elgort, que aqui é Caleb – o irmão da protagonista, vive seu par amoroso em A Culpa é das Estrelas.

Screen-Shot-divergente

Miles Teller (Footloose) originalmente fez o teste para interpretar Quatro, mas não conseguiu o papel. Meses depois, os produtores assistiram The Spectacular Now (2013), do qual ele participa, e ficaram tão impressionados com a atuação de Teller que ofereceram a ele o papel de Eric, que supostamente teria que estar em desacordo e ser intimidador em relação ao personagem Quatro. Teller recusou o papel porque sentiu que não conseguiria ser intimidante perto do ator Theo James.

Então, lhe ofereceram o papel de Peter, que ele aceitou depois que sua amiga e ex-colega de elenco Shailene Woodley lhe enviou uma mensagem pedindo para ele aceitar o papel para que eles pudessem trabalhar juntos novamente.

Jeremy Irvine foi a primeira escolha para o papel de Quatro, mas recusou devido a conflitos de agenda.

Os cineastas usaram o codinome “Catbird” enquanto gravavam cenas públicas para o filme, para evitar alvoroço.

divergent-shailene-woodleyDivergente teve um orçamento de US$ 80 milhões.

Arrecadou US$ 56 milhões em sua estreia só nos Estados Unidos.

Segundo o Box Office, os filmes: “A Hospedeira“, “Dezesseis Luas” e “Vampire Academy“, arrecadaram juntos US$ 54 milhões, menos do que o valor arrecadado por “Divergente” em três dias de exibição nas salas de cinema americanas.

Depois do sucesso de bilheterias, a produtora responsável pela adaptação do livro confirmou a adaptação de sua sequência: Insurgente (2015).

E para os fãs, bom filme e fiquem com o trailer, que todo mundo já deve ter visto.

Anúncios

Um comentário sobre “Divergente, o Filme

  1. Tati disse:

    Li Divergente no ano passado e assim que terminei o primeiro livro, mal pude esperar pelo segundo. A história é muito mais do que um clichê, é bem escrita e os personagens são bem explorados e profundos. Tris é uma protagonista diferente de muitas por ai e Quatro não fica atrás. A relação que um tem com o outro é diferente e encanta os leitores. Eu, em humilde opinião, achei a história melhor que Jogos Vorazes, e olha que amei a saga! É bem diferente, embora os dois sejam em um futuro pós apocaliptico, a abordagem é totalmente diferente.
    É uma história envolvente e viciante, mas não ficarei falando sobre os livros da série pra não dar spoilers auhauahuahauhauah
    Sou simplesmente louca por Divergente e mal posso esperar pra ver o filme, se estiver metade do que o primeiro livro é, vai ser um ótimo filme!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s