O Segredo de Malévola – Resenha

MALEVOLA

Há maldade neste mundo, ódio e vingança.

Na atualidade, onde só ouvimos falar de A Culpa é das Estrelas, e que fique claro que não tenho nada contra o tal, venho destoar a falação e dar a minha opinião sobre um filme realmente maravilhoso: Malévola.

Tentei ao máximo não revelar spoiler aqui, mas preciso ser franca que foi um pouquinho complicado, porém, me segurei e posso dizer que o que lerão não é mais do que vão encontrar na maioria das resenhas sobre este filme, então, em nada vai influenciar sua vida caso ainda não tenha tido tempo de ir ver esta perfeição de filme.

MALÉVOLA_DISNEY_2O que sabemos sobre Malévola?

Uma bruxa má e invejosa que decidiu fazer uma grande maldade com o maravilhoso reino do rei Stefan, amaldiçoando a sua pequena e recém- nascida filha, Aurora, enquanto todo o reino celebrava seu nascimento em uma grande festa para a qual ela não foi convidada e que, por isto, resolveu dar cabo de toda a felicidade ao informar que a criança, no por-do-sol de seu décimo sexto aniversário, furaria o dedo em uma agulha de fiar e entraria no profundo sono da morte, podendo apenas ser desperta após receber um beijo de amor verdadeiro.

Foi daí surgiu a tão linda história de A Bela Adormecida, que não é uma das minhas favoritas já que sou uma pessoa que tem a tendência de se apaixonar pelos vilões, mas vale a pena dar uma olhadinha nesse filme. Um obra mais que perfeita dos Estúdios Disney, e como tal, dificilmente deixaria a desejar.

malevola_10A primeira grande impressão que tive, e que me assustou, confesso, foi ver a Dollores Umbridge Imelda Staunton vestida de fada rosa potterheads entendem em um papel inicialmente doce, mas que ainda me deixou mais assuntada porque ela era a fada mais chata. Isso foi realmente estranho, ainda mais depois de ter vistos tantos filmes nos quais ela continua sendo chata. Vale ressaltar ainda essa cabeçorra que ela tem nesse filme que acaba não ajudando em nada, mas… voltemos ao filme.

3770845822-angelina-jolie-em-malevola

Sei que depois de Fables (Fábulas) e Once Upon a Time, a releitura de contos de fadas tem se tornado algo trivial e sem muito impacto, e nesse mundo de releituras, eu achei sensacional o que fizeram com Malévola, aquela que sempre foi uma das minhas ‘vilãs’ preferidas.

Neste filme temos a  Angelina Jolie (Malévola) dando um show de interpretação enquanto reconta a história de uma inocente menina-fada, não uma bruxa-má como sempre nos contaram, com enormes asas negras e macabros chifres, que vivia livre e feliz em seu reino, os Moors, do qual era a protetora e nunca conhecera a maldade, a inveja e a ambição dos humanos, por isso, nunca havia sofrido. Isto até cometer o erro de se apaixonar por um garotinho sem-vergonha que inventou de roubar pedras em seu reino, ao qual ela perdoou.

Malévola-Sem-AsasEnquanto viviam uma espécie de romance infantil que progrediu e se estendeu a fase adulta, Malévola se viu cada vez mais envolvida e encantada por aquele jovem que a tratava tão bem e que, no seu décimo sexto aniversário, lhe deu o mais puro e belo presente: Um beijo de amor verdadeiro.

A verdade é que não existia amor verdadeiro nenhum, não da parte dele, e a partir de então, a jovem Malévola viveu os dias mais tenebrosos que poderia imaginar. Seu mundo veio ao chão quando ela se viu traída por aquele em quem mais confiou e amou, iniciando neste momento, um reinado de mágoa, dor e vingança.

A partir daí a história segue o contexto que já conhecemos, mas não completamente, não se iluda com isso.

O rei Stefan se encontra desesperado porque a “bruxa” amaldiçoou a filha e a manda viver com as fadas que a abençoaram até o seu décimo sexto aniversário, quando a maldição acabaria, e é ai que as coisas ficam realmente boas porque as três fadas, que mais parecem loucas, vão morar exatamente na vizinhança de Malévola e, a partir de então, a vida dela só tente a mudar com a presença constante das loucas e da pequena Aurora, a qual ela chamava carinhosamente de “Praga”.

Um filme lindo, com coreografia, maquiagem e efeitos visuais maravilhosos, e para mim foi mais que ótimo ter ido ver. A única coisa a qual me arrependo é de não ter visto em 3D, problema este que já estou solucionando para os próximos dias.

Portanto, eu recomendo demais esse filme por toda a história criada, pelas maravilhosas atuações de todo o elenco, pela perfeição da maquiagem, cenografia e efeitos e, principalmente, pela releitura que foi (coloque aqui o palavrão que preferir)! E como se não fosse o suficiente, a música dos créditos é de arrepiar. Só lembrem-se, a classificação é +10.

Prints de algumas cenas:

MALEFICENT_PRODUCTION_NOTES_Hi-Res_4-30-14_Page_05_Image_0001 Maleficent-fairies

malevolaconceitual2

Malevola_blog_de_cinema1

Cruz-Credo-1024x429

Malevola-11mar2014-alta-08

Malevola-fotos-06-05-9

Malevola

novos-clipes-e-imagens-malévola-angelina-jolie-elle-fanning-disney-sobre-pop-2014-capa

malevoladacine8

maleficent-3

c-1384364753856_956x500

1395752947

Zona

Trailer legendado pra quem ainda não se convenceu que precisa ver:

Beijos da Andye, e até depois!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s