Sobre Pais

Sobre Pais

Existe algo, bem no fundo do seu peito. Ou talvez esteja enterrada no baú das suas memórias. Um momento, um momento único. Talvez seja a primeira vez que você andou bicicleta, ou quando você acordou assustado depois de um pesadelo. Não posso dizer ao certo qual é o momento, mas sei que você o tem. Para alguns é uma lembrança extremamente triste, quando ele foi embora, talvez. Para outros é o dia mais feliz da vida, como quando ele dançou com você no seu aniversário de 15 anos. E tem alguns, que nem mesmo lembranças tem para contar.

Esse momento, o momento em que você se lembra dele ou – em muitos casos – dela. Alguém te diz “Dia dos pais” e você, mesmo que sem notar, pensa no que isso representa para você. Se o seu pai esta ali, sempre ao seu lado, caminhando com você, sendo seu exemplo, você sorri, você diz a si mesmo, “Dia do meu pai“, caso ele seja mais um nas tais “estatísticas”, o cara que foi embora, que mesmo estando perto de você, não está ao seu lado, você provavelmente não tem lembranças tão boas assim.

Em muitos lugares o dia dos pais é o dia do homem que esteve ao lado dos filhos durante toda a vida, ou que mesmo distante sempre os apoiou. Sempre vi e tive vários lados de uma mesma moeda. Pai é quem cria, certo ? Quem dá amor ? Quem está ao seu lado ? Pai é sangue do seu sangue ? Em diversos contextos, em diversos lugares, em diversas famílias e na cabeça de cada filho ao redor do mundo essas perguntas são respondidas de formas diferentes, isso quando são respondidas.

Tem um garoto que não tem mais o pai, uma garota que foi abandonada pelo seu, tem até mesmo os pais emprestados, mães que são mãe e pai. Não considero o dia dos pais o dia do meu pai, não mesmo. Considero o dia dos pais o dia da minha mãe, o dia homem que me fez descobrir que alguns pais podem ser realmente maravilhosos, considero o dia do pai daquele meu amigo que o ama e que, mesmo não estando casado com a mãe dele, não o abandona nunca.

Talvez eu esteja errada e o dia dos pais não seja para as pessoas que citei, mas é no que acredito. Pai é quem ama, independente das escolhas que você fez, da profissão que você tem, da sua sexualidade, da sua personalidade. Pai que é pai, está lá por você, mesmo quando você não precisa. Não me entendam mal, não estou semeando a discórdia as véspera do dia dos pais, nem nada do tipo. Mais uma vez, é nisso que acredito.

Uma vez, há muito, muito tempo, eu vi uma garotinha. Ela estava triste porque seu pai havia ido embora, porque ele não ligava mais para ela. A garotinha havia preparado tudo, feito um presente para ele e o esperava. Eu vi a decepção em seus olhos quando o homem que ela mais amava em sua vida não apareceu. E então ela perguntou a mãe se ele não a amava e a mãe é claro disse que sim. Mas a garota não acreditou. 

Ela deu o presente ao avô, fingiu que não ligava mais para o assunto, mas dava para ver o quão decepcionada ela estava. Pode ser meio irônico, mas alguns anos depois, ela foi categórica dizendo que não ligava para o pai dela, que ele não fazia falta em sua vida. E realmente, não fazia, a ironia é que a pessoa que ela disse que não faria parte de sua vida, um homem, sem qualquer ligação sanguínea, nenhum parentesco ou obrigação, se tornou mais importante para ela do que seu próprio pai.

Não existe essa coisa de sangue, parentesco, quando o que vem em primeiro lugar é o amor. E também não importa se o seu pai, é mãe, se seu pai é avó, avô, tio, irmã ou irmão. Aprenda isso e, assim como aquela garotinha, terá uma lição para a vida. É isso. E um ótimo dia dos pais a todos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s