Cinquenta Tons de Liberdade – Resenha

untitledTítulo: Cinquenta Tons de Liberdade

Autor: E. L. James

Tradução: Adalgisa Campos da Silva

Editora: Intrínseca

Nº de páginas: 544

Nota: 1/5

“Você fez meu mundo virar de cabeça pra baixo” – Ele fecha os olhos e quando os abre novamente, vejo que estão tomados pela emoção – “Meu mundo era organizado,calmo e controlado. Aí você entrou na minha vida, com essa sua boca afiada, a sua inocência, a sua beleza e a sua coragem discreta… E todo o resto, tudo antes de você, simplesmente ficou bobo, vazio, medíocre… Nada! Eu me apaixonei” – sussurra ele.”

Continuar lendo

Anúncios

Cinquenta Tons Mais Escuros – Resenha

downloadTítulo: Cinquenta Tons Mais Escuros

Autor: E. L. James

Tradução: Adalgisa Campos da Silva

Editora: Intrínseca

Nº de páginas: 512

Nota: 2/5

Ele pega a minha mão e me puxa para um abraço, que eu aceito de bom grado, meu lugar favorito no mundo inteiro.

Continuar lendo

Cinquenta Tons de Cinza – Resenha

untitledTítulo: Cinquenta Tons de Cinza

Autor: E. L. James

Tradução: Adalgisa Campos da Silva

Editora: Intrínseca

Nº de páginas: 480

Nota: 3/5

Eu imediatamente obedeço, sentindo como se eu estivesse saindo do meu  corpo,  uma observadora  casual  dos  acontecimentos à medida  que se desenrolam em torno de mim. Isto está além de fascinante, além de erótico. É singularmente a coisa mais excitante e assustadora que eu já fiz. Eu estou confiando-me a um  homem  bonito  que,  por  sua própria admissão,  é cinquenta  sombras  ruins.  Eu  suprimo  a  excitação  breve  do  medo.

Continuar lendo

Um – não tão belo – desastre

JMC_BeautifulDisaster_Cover

Titulo original : Beautiful Disaster

Titulo em português: Belo Desastre

Autor : Jamie McGuire

Páginas: 392

Editora: Verus Editora

Nota: 2/5

Oi gente, como estão ? Eu estou bem e espero que vocês também estejam. Estou aqui para falar sobre um livro que eu estou lendo. Fazer a resenha de um livro que eu já tinha ouvido falar muito e que – meio a contragosto – resolvi colocar na minha lista de interesses. A principio, eu não quis lê-lo justamente por ter lido uma resenha ruim sobre o livro. Eu sou chata quanto a resenhas, mas queria conferir, saber se o livro era tudo aquilo, ou se era realmente um Belo Desastre. Pois eis-me aqui, para falar sobre esse livro.

Continuar lendo

Sobre influências literárias

 

fuck-you

Estava pensando em postar hoje, a resenha de um livro que li. E, enquanto pensava na minha resenha, me dei conta de que o que quer que eu escrevesse sobre esse livro, se tornaria uma influência. Não que eu ache que tenho tanta influência assim, mas a partir do momento em que você escreve algo sobre um livro, um filme, uma série.., E posta na internet, você está se tornando um influenciário. Caso não tenham entendido, vou me explicar melhor. Continuar lendo

Deixa Ela Entrar – Análise completa de livro e filmes

 letmein_01

   Talvez uma das melhores obras de terror escrita na última década, Deixa Ela Entrar do sueco John Ajvide Lindqvist sem dúvida merece uma análise completa pelo delicioso livro e suas duas adaptações cinematográficas. Primeiro falaremos sem spoilers, depois irei comparar os filmes entre si e com o livro, mas sinalizarei para quem não teve contato com nada da obra para não prosseguir. Continuar lendo

05 livros que não consegui ler

É engraçado como hoje em dia conseguimos contabilizar praticamente tudo ao nosso redor. Fazer uma lista do que você gosta, desgosta, tem interesse ou não está se tornando uma constante cada vez mais constante (dúbio isso) e eu não poderia deixar de estar na lista, embora ainda ache um pouco injusto essa coisa de contabilização.

Diante de tantas listas, farei uma realmente interessante, ao menos para mim, e que me faz ficar um pouco deprimida porque é algo que realmente não gosto que faça parte da minha vida.

Minha lista será sobre os livros que não consegui terminar de ler.

A Menina que Roubava Livros

Publicado em: 2012

Autor: Markus Zusak

Editora: Intrínseca

“Quando a morte conta uma história, você deve parar para ler.”

Sim, eu parei para ler, mas pode parecer estranho que num mundo onde 90% das pessoas já leram este exemplar, eu, uma pobre mortal desafortunada não tenha conseguido avançar da página 70. A verdade é que ouvi falar tão bem do livro que me empolguei, comprei e o tenho em casa. Comecei a leitura como uma sedenta diante de dias de sede no Saara, e a verdade é que detestei. Continuar lendo